Header Ads

ad

Rodoviários anunciam possibilidade de greve nesta sexta-feira (22) em São Luís

Garagem de ônibus no centro da cidade de São Luís, Maranhão (Marco Britto/Futura Press/VEJA)
Em nota divulgada na noite desta quarta-feira (20), o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Maranhão (Sttrema) informou que a reunião marcada com o secretário Canindé Barros, da pasta de Trânsito e Transportes (SMTT), para debater o acordo sobre a nova Convenção Coletiva de Trabalho, não foi realizada.

Diante desse situação, o Sindicato enviará, na manhã desta quinta-feira (21), uma notificação para todas as empresas de ônibus, a SMTT, a MOB, o Ministério Público do Trabalho, o Ministério do Trabalho e o Tribunal Regional do Trabalho.

Nessa notificação, o Sttrema dá um prazo de 24 horas para que seja assinada a Convenção Coletiva, que assegura todos os direitos da categoria. Se essa Convenção não for assinada, os rodoviários iniciarão a greve do transporte público na Grande São Luís.

No final de janeiro, o Sttrema anunciou uma paralisação de advertência em nove empresas, que não disponibilizaram o salário dos rodoviários, mas a greve foi cancelada após as empresas efetuarem o pagamento e regularizarem a situação.

Aumento de passagem

A SMTT anunciou, no dia 24 de janeiro, o reajuste na tarifa do transporte público coletivo em São Luís. A passagem das linhas integradas subiu de R$ 3,10 para R$ 3,40 no dia 26, enquanto as não integradas custam R$ 2,95. Atualmente, o sistema de transporte urbano de São Luís possui 171 linhas, sendo 144 integradas e 27 não integradas.

A frota circulante é de 837 veículos e atende uma média diária de 500 mil passageiros. Desde 2016, quando a Prefeitura concluiu a Licitação do Transporte Público de São Luís, 638 ônibus novos foram inseridos no sistema de transporte urbano da capital, sendo 275 climatizados e 21 articulados.

Nenhum comentário