Header Ads

ad

Veja quem são as vítimas da tragédia no CT do Flamengo

Eles eram jogadores das categorias de base do clube e estão entre as 10 vítimas que morreram no incêndio desta manhã (8)
identificadas seis das vítimas do incêndio que deixou 10 mortos na manhã desta sexta-feira, no Centro de Treinamento do Flamengo: Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas; Áthila Paixão; Bernardo Pisetta; Christian Esmério; Pablo Henrique da Silva Matos e Vitor IsaíasVeja também: Governo diz que ar-condicionado pode ser causa de incêndio no CT.

Já foram identificadas seis das vítimas do incêndio que deixou 10 mortos na manhã desta sexta-feira, no Centro de Treinamento do Flamengo: Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas; Áthila Paixão; Bernardo Pisetta; Christian Esmério; Pablo Henrique da Silva Matos e Vitor IsaíasVeja também: Governo diz que ar-condicionado pode ser causa de incêndio no CT.
Arthur Vinicius é natural de Volta Redonda tinha 14 anos. Faria 15 neste sábado, dia seguinte do incêndio. Estava no clube por causa de uma parceria que o Fla tinha com o Volta Redonda, onde atuava. Permanecia durante a semana no CT do Flamengo e ia para sua cidade natal nos finais de semanaMais: Parentes de vítimas do incêndio se reúnem no CT do Flamengo
Bernardo Pisetta era goleiro, de 14 anos, nascido em Indaial, Santa Catarina. Havia retornado ao Rio de Janeiro no último fim de semana, após as férias em sua terra natal. Atuou em 2016 no sub-13 do Guarani, de sua região, e chegou ao Fla após passagem pelo Athletico (PR), sempre com o apoio de seu pai, Darlei Constante Pisetta Catarinense, Bernardo conheceu e publicou foto com o goleiro Danilo, morto no acidente aéreo da Chapecoense.
E com o atacante Kempes que também estava no acidente aéreo do clube catarinense.
Outro catarinense, nascido em Florianópolis, era o atacante Vitor Isaías, 15 anos, que estava há seis meses no clube. Tinha como agente o ex-atacante Sávio, ídolo do Flamengo que atuou no Real Madrid nos anos 90.
Áthila Paixão, sergipano do município de Lagarto, tinha 14 anos e também sonhava em seguir como profissional. Foi aprovado para ingressar no Flamengo após atuar na Copa Zico, quando seu estilo despertou a atenção dos profissionais do clube.
O goleiro Christian Esmério, 15 anos, natural do bairro de Madureira, Rio de Janeiro, vinha sendo convocado para a seleção brasileira de sua categoria. Foi a primeira vítima fatal confirmada pelas autoridades. Era um jovem dinâmico e idealista. No twitter, postava com orgulho mensagens comemorando a convocação para a seleção sub-15, na qual passou por um período de treinamentos em janeiro último.
Christian treinou junto com a seleção brasileira na Granja Comary e fez questão de registrar o encontro com o treinador TiteVeja também: Ninho do Urubu não tinha laudo final do Corpo de Bombeiros.
Pablo Henrique da Silva Matos, 14 anos, nasceu em Oliveira, Minas Gerais e morava no CT. Chegou ao futebol também com a ajuda de seu primo, o zagueiro Werley, que defende o Vasco da Gama e, entre outros, já atuou no Atlético (MG), Grêmio e Coritiba  Leia mais: Clubes e jogadores mandam mensagens de apoio ao Flamengo.

Já foram identificadas seis das vítimas do incêndio que deixou 10 mortos na manhã desta sexta-feira, no Centro de Treinamento do Flamengo: Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas; Áthila Paixão; Bernardo Pisetta; Christian Esmério; Pablo Henrique da Silva Matos e Vitor Isaías

Nenhum comentário