Header Ads

ad

Vídeo mostra momento exato do rompimento da barragem em Brumadinho

Um vídeo de uma câmera de vigilância em um guindaste na Mina do Córrego do Feijão gravou o avanço da lama de rejeitos nos momentos exatos após o rompimento da barragem, na última sexta-feira (25). As imagens foram reveladas nesta sexta-feira (1º) pelo canal BandNews de televisão por assinatura.

Pelas cenas, é possível ver uma cortina de poeira que sobe com o estouro da estrutura e a onda com os rejeitos de minérios avançando pelo terreno. Nota-se também o movimento de veículos e pessoas em fuga.

A tragédia deixou ao menos 110 mortos, dos quais 71 já foram identificado. O número deve subir bastante, uma vez que, até o momento, ainda há 238 desaparecidos.

Com o rompimento da barragem em Brumadinho, cidade da Grande Belo Horizonte, foram liberados cerca de 13 milhões de metros cúbicos de rejeitos de minério de ferro no rio Paraopeba, que passa pela região. A lama se estende por uma área de 3,6 km² e por 10 km.

A barragem 1, que se rompeu, é uma estrutura de porte médio para a contenção de rejeitos e estava desativada. Seu risco era avaliado como baixo, mas o dano potencial em caso de acidente era alto.

Nenhum comentário