Header Ads

ad

Reality show: Polícia indicia vencedora do BBB por intolerância religiosa

Paula, campeã do BBB 19, participa de bate-papo — Foto: Reprodução
Paula é suspeita de crime de injúria por preconceito contra outro participante.
Polícia Civil do RJ indicia vencedora do BBB por intolerância religiosa
Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância aponta Paula von Sperling por ter praticado crime de injúria por preconceito contra Rodrigo Ferreira França durante o programa.
Por G1 Rio
A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) indiciou Paula von Sperling, vencedora do Big Brother Brasil 19, por intolerância religiosa praticada contra Rodrigo Ferreira França durante o programa.

A informação foi confirmada pela Polícia Civil do RJ.

A decisão do delegado Gilberto Stivanello aconteceu após ouvir depoimentos de envolvidos, análise de vídeo e operações. Com todos os elementos, o delegado decidiu indiciar Paula pela ocorrência de injúria por preconceito prevista no artigo 140, parágrafo 3º do Código Penal.

O inquérito foi encaminhado nesta quinta-feira (18) ao Ministério Público que irá decidir se denuncia ou não Paula Sperling.

"A Polícia Civil se pauta pela liberdade de expressão mas destaca que por meio desta não se pode violar a dignidade da pessoa repudiando todo e qualquer ato ofensivo à etnia, religião, orientação sexual, procedência geográfica do próximo", afirmou o delegado Stivanello.


Paula ainda não se manifestou sobre o indiciamento.

Nenhum comentário