Header Ads

ad

Caso triplex: STF adia julgamento sobre pedido de liberdade de Lula

Turma do STF retira de pauta pedido de suspeição de Moro; defesa de Lula solicita prioridade para o caso
Na ação, que poderá colocar Lula em liberdade, defesa alega que Moro agiu com parcialidade ao julgar o ex-presidente. Caso estava na pauta do colegiado para esta terça-feira.
Por Luiz Felipe Barbiéri

A presidente da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, retirou de pauta nesta segunda-feira (24) um pedido de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na peça, a defesa aponta a suspeição do ex-juiz e atual ministro da Justiça Sergio Moro no caso do tríplex no Guarujá.

O pedido, um habeas corpus, estava na pauta do colegiado desta terça-feira (25). Como presidente, é Cármen quem comanda o calendário de julgamento da Turma.

Também nesta segunda, a defesa de Lula pediu ao Supremo que dê prioridade à análise do habeas corpus. Os advogados alegaram que Lula é idoso e já está preso há 443 dias.

"O habeas corpus e as causas criminais com réu preso tem prioridade no julgamento com relação a outros processos", afirmam os advogados. "Ademais [...], dar-se-á prioridade na tramitação dos processos e procedimentos em que figure como parte pessoa idosa", diz outro trecho da peça judicial.

O pedido de liberdade foi apresentado pela defesa em 2018. O caso começou a ser julgado no ano passado, e dois ministros da Segunda Turma já votaram contra conceder liberdade a Lula: Luiz Edson Fachin e Cármen Lúcia.

Terceiro a votar na ocasião, o ministro Gilmar Mendes pediu vista, ou seja, mais tempo para analisar o caso. Gilmar liberou o caso para julgamento no último dia 10. Além do ministro, deverão votar Ricardo Lewandowski e Celso de Mello.

O pedido da defesa de Lula é endereçado a Cármen Lúcia. Caberá a ela a decisão de incluir novamente o habeas corpus de Lula na pauta do colegiado.

Dodge opina contra pedido de defesa de Lula para anular ação penal do caso do triplex

Veja também
Raquel Dodge opina contra pedido da defesa de Lula para anular ação do caso triplex
Jornal Hoje

Raquel Dodge opina contra pedido da defesa de Lula para anular ação do caso triplex

Segundo a procuradora-geral da República, é preciso confirmar a autenticidade dos diálogos envolvendo Sérgio Moro e Deltan Dallagnol.

Nenhum comentário