Header Ads

ad

Identificados três ciganos mortos em tiroteio na cidade de Coelho Neto

Identificados três ciganos mortos em tiroteio na cidade de Coelho Neto na manhã deste domingo (9); um continua sem identificação

O Cel. Márcio Silva, comandante do 2º BPM na cidade de Caxias, em entrevista a Raphael Duarte, confirmou que quatro ciganos morreram em tiroteio, na manhã deste domingo (9), no Mercado do Produtor na cidade de Coelho Neto, a 363 km de São Luís.

Três dos mortos foram identificados como José de Ribamar Silva Costa, conhecido como “Cacau”; Antônio José da Silva, conhecido como “Gê”; e Antônio Francisco da Silva Costa. Os três pertencem á mesma família. 

O quarto morto, pertencente ao grupo que promoveu o ataque, continua sem identificação.

Quatro ficaram feridos e estão hospitalizados, ainda sem identificação. Uma criança de três anos foi atingida por um disparo na cabeça e, em estado grave, foi transferida para o Hospital de Presidente Dutra.

O tiroteio teria sido provocado por grupos de ciganos rivais, que têm rixa antiga. O ataque teria sido uma espécie de vingança. 

Existe uma disputa entre ciganos das cidades de Coelho Neto, Chapadinha e Caxias, sempre com a ocorrência de mortes violentas entres eles.

O Cel. Márcio Silva acrescenta que os atiradores fugiram no sentido do povoado Brejinho, em Coelho Neto. Diversas guarnições participam das buscas. Uma equipe do Centro Tático Aéreo (CTA) deve ajudar na operação.

Na fuga, eles abandonaram um carro e uma motocicleta. No veículo, existem marcas de sangue, o que pode significar que um dos atiradores foi atingido por disparos e pode dar entrada em alguma unidade de saúde da região.

Os veículos apreendidos foram levados para o comando do policiamento.

Nenhum comentário