Header Ads

ad

Vereadora de Imperatriz é presa com celular roubado e é liberada após pagamento de fiança de R$ 2 mil

A vereadora Terezinha de Oliveira Santos (PSDB) foi presa em flagrante nesta terça-feira (4), por volta de 15h, por policiais da equipe de capturas da 10ª Delegacia Regional de Imperatriz, a 630 km de São Luís.

De acordo com informações da polícia, a parlamentar foi surpreendida utilizando um aparelho de telefone Samsung, modelo S9, que havia sido roubado por uma dupla no dia dei 27 de março deste ano, em Imperatriz.

A vereadora foi autuada em flagrante delito pelo crime de receptação, previsto no artigo 180 do Código Penal, mas foi liberada após pagamento de fiança no valor de R$ 2 mil.

Ele responderá ao inquérito policial/processo penal em liberdade. A pena para crime de receptação poderá chegar a 4 anos de reclusão e multa.

.................
Artigo 180, caput, do Código Penal

Art. 180. Adquirir, receber, transportar, conduzir ou ocultar, em proveito próprio ou alheio, coisa que sabe ser produto de crime, ou influir para que terceiro, de boa-fé, a adquira, receba ou oculte:
Pena – De um a quatro anos de reclusão e, multa.

Nenhum comentário