Header Ads

ad

Assembleia Legislativa aprova doação de terreno para o Residencial Parque Independência

A Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou, nesta terça-feira (2), o Projeto de Lei que garante a doação do terreno do Parque Independência para construção de moradias para servidores do Estado. O secretário das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), Rubens Pereira Júnior, comemorou a aprovação.

“Por determinação do governador Flávio Dino, serão construídos naquela área mais de 2 mil apartamentos para servidores. Um investimento de mais de R$ 250 milhões. Este é um dos maiores programas habitacionais para servidores da história do Maranhão. Resultado do esforço do Governo do Estado para mudar a vida das pessoas”, disse o secretário. 

Rubens Júnior destacou também a sinergia do poder legislativo com o poder executivo no Maranhão. “A aprovação por unanimidade mostra que os parlamentares estão realmente sensíveis às causas que interessam o povo. Esta é uma vitória de todos. As obras vão movimentar a economia, gerando emprego e renda, e resultarão na garantia da casa própria para os servidores do Estado”, complementou. 

Com o Residencial Parque Independência, o Governo do Maranhão reduzirá a falta de moradias no Estado, garantindo também mais qualidade de vida para os servidores. A área está localizada onde era feita a Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema).

Ao todo, a obra terá oito condomínios, dos quais cinco com apartamentos de dois quartos, medindo 51,34 metros quadrados, e três condomínios com apartamentos de três quartos, todos os apartamentos possuem suítes, medindo 65,43 metros quadrados.

Os oito condomínios do Residencial Independência terão, cada um, 256 apartamentos com áreas independentes, compostas por piscina, quadra poliesportiva e área de lazer coberta. Para garantir ainda mais conforto e tranquilidade, serão plantadas duas árvores nativas ou frutíferas por apartamento.

A Secid recebeu 8.632 inscrições de interessados em adquirir um dos 2.048 apartamentos do empreendimento, localizado no bairro São Cristóvão, em São Luís. A compra do imóvel pode sair até 25% mais barata que o valor de mercado.

Nenhum comentário