Header Ads

ad

Câmara aprova regras mais brandas para professores na reforma da Previdência

O texto-base da reforma da Previdência foi aprovado na noite de quarta-feira (10) por 379 votos a 131, mas a votação ainda não foi concluída.

Destaque do PDT reduz a idade mínima de docentes das redes privada e federal e altera a regra de transição do texto-base da reforma.

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na tarde desta sexta-feira (12/07/2019), por 465 votos favoráveis e apenas 25 contrários, o destaque 43, da bancada do PDT, que reduz a idade mínima dos professores que estão na ativa. O texto altera a regra de transição para os docentes que trabalham na rede privada e na rede federal, e diminui em três anos a idade para poderem se aposentar.

A medida vale para mulheres (de 55 passa para 52 anos) e homens (de 58 passa para 55 anos) — tanto para a iniciativa privada quanto para a rede federal.

Mulheres poderiam receber o benefício a partir de 52 anos e homens a partir dos 55 anos. Pelo texto-base do relator Samuel Moreira (PSDB-SP), a idade mínima é de 58 anos (professores) e 55 anos (professoras).

Nenhum comentário