Header Ads

ad

COPA DO BRASIL: Cruzeiro perde para o Internacional no Mineirão, aumenta crise e se complica na Copa do Brasil

Fred entrou no segundo tempo, mas não teve nenhuma chance para balançar a rede (Foto: Juarez Rodrigues/EM D.A Press)
Time celeste voltou a passar em branco e perdeu jogo de ida da semifinal
Oito jogos sem vitória. Oito jogos sem fazer gol. E vai contando. A crise do Cruzeiro parece se agravar a cada vez que o time entra em campo. Desta vez, o tropeço foi diante do Internacional, nesta quarta-feira, no Mineirão, pelo duelo de ida da semifinal da Copa do Brasil. Edenilson, aos 30 minutos do segundo tempo, marcou o gol da vitória dos gaúchos, após rebote de Fábio em cobrança de falta de Paolo Guerrero: 1 a 0. Antes de ser vazado, o camisa 1 celeste havia feito duas ótimas defesas, em conclusões de Wellington Silva e do próprio Guerrero. Já a Raposa não exigiu uma intervenção importante de Marcelo Lomba. De 11 finalizações, dez foram longe do alvo.

Robinho, do Cruzeiro, cobra resposta dos atletas: 'É hora de a gente colocar a cara e assumir a responsabilidade'
As inúmeras bolas levantadas na grande área consagraram os zagueiros Victor Cuesta e Rodrigo Moledo e mostraram as dificuldades de Mano Menezes para organizar uma equipe criativa no ataque. Por essa e outras razões, o treinador anunciou, em entrevista coletiva, o desligamento do Cruzeiro. Ele já havia colocado seu cargo à disposição após a derrota para o Atlético, no Independência, pelo Campeonato Brasileiro (2 a 0). Na ocasião, a diretoria decidiu mantê-lo no cargo. Com o revés desta quarta, as partes se acertaram pela saída.

“Gostaria, juntamente com o Marcone (Barbosa, gerente de futebol) e o Marcelo (Djian, diretor de futebol), comunicar oficialmente que a gente interrompe o trabalho à frente do Cruzeiro nesta noite, porque a gente entendeu que era o momento de fazer isso, de que nós não poderíamos estender mais essa fase difícil. É muito mais que uma fase difícil que o Cruzeiro vem apresentando, porque são 18 jogos e uma vitória. A gente sabe que isso no futebol não se sustenta”, declarou Mano.

À procura de novo treinador a partir desta quinta-feira, o Cruzeiro tentará reagir na semifinal da Copa do Brasil no dia 4 de setembro (quarta-feira), às 21h30, no Beira-Rio, em Porto Alegre. Para avançar à semifinal, o time precisa ganhar do Inter por dois gols de diferença. Se vencer por um gol, a vaga será decidida nos pênaltis.

Antes de pensar no mata-mata, haverá o Campeonato Brasileiro. Na zona de rebaixamento (18º, com dez pontos), a Raposa visitará o lanterna Avaí, às 16h de domingo, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela 14ª rodada. Possivelmente, o auxiliar permanente da comissão técnica, James Freitas, estará à frente da equipe.

Nenhum comentário