Header Ads

ad

Segurança de festa é morto a tiros em Barreirinhas

Segurança de festa é morto a tiros e dois assassinos são mortos em confronto com polícia em Barreirinhas.
O segurança de uma casa de shows em Barreirinhas, identificado como Josué Rodrigues de Carvalho, de 38 anos, foi executado quando estava voltando do trabalho, por volta das 3h20 deste domingo (20). O crime teria sido cometido por dois homens, que morreram em confronto com PMs, Josué Carvalho residia na Rua da Luz, S/N, no bairro Ladeira, em Barreirinhas.

De acordo com informações iniciais, a vítima teria impedido os assassinos de entrarem armados na casa de shows onde estava trabalhando.

Dois suspeitos morrem em confronto com PMs

De imediato, durante a madrugada a Polícia Militar deu início às buscas pelos assassinos. Um suspeito trocou tiros com os policiais e acabou sendo alvejado. Ele morreu dentro da própria casa.

Os PMs foram até a residência do suspeito para conduzi-lo à delegacia, mas foram surpreendidos com tiros.

Outro suspeito também reagiu e terminou morrendo. Eles mataram Josué Carvalho por terem sido impedidos de entrar armados na casa de shows.

Autor do crime – vulgo Loirinho. Informações atualizadas dão conta que o autor do disparo foi alvejado por um disparo e a polícia segue nas buscas para tentar capturá-lo.

Eles foram identificados como Anderson Alves da Silva, conhecido como “Orelha”, e Alessandro Conceição Garcias, conhecido como “Xaropinho”. Ambos têm registros de passagens pela polícia.

Os corpos estão no Hospital Regional de Barreirinhas, porém o autor do crime permanece foragido.

Josué era bastante conhecido na cidade por trabalhar em evento festivos em Barreirinhas, era natural do interior do município, conhecido como Gambá.

Informações de populares afirmam que Josué foi morto dentro do próprio carro quando se deslocava para a sua residencia, ainda afirmam que o carro da vitíma adentrou descontrolado para um terreno entre os bairros aeroporto e francelina.

Tudo levando a crer que ele foi executado enquanto dirigia.

Nenhum comentário